Kurt Cobain quase participou de Pulp Fiction; líder do Nirvana teria sido convidado por Quentin Tarantino

Kurt Cobain quase participou de Pulp Fiction; líder do Nirvana teria sido convidado por Quentin Tarantino

Questionada sobre a possibilidade de Brad Pitt interpretar o papel de Kurt Cobain no cinema, Courtney Love respondeu taxativamente: "Kurt tinha muito mais presença e mais beleza do que Brad Pitt. Era um líder, tinha força. Aliás, se me perguntam, era muito dotado [sexualmente]".

Love confirmou também que Kurt quase participou do filme "Pulp Fiction", clássico de 1994 de Quentin Tarantino. "Nunca se perguntaram porque ele agradece a Quentin no verso de "In Utero"? O Quentin o convidou para fazer o papel que acabou com Eric Stoltz".
 
É revelado também por um antigo advogado do Nirvana, Alan Mintz, que - ao contrário do que é comum presumir - o líder do grupo não escondia a aspiração de fazer do Nirvana uma das maiores forças musicais do planeta. Segundo Mintz, Cobain teria dito "Me tire desta gravadora. Quero vender milhões!", no momento em que o Nirvana negociava a saída da Sub Pop. A multinacional Geffen seria, como sabemos, o destino.
 
Dave Grohl, que também presta declarações, confirma e acrescenta: "a primeira coisa que ele disse quando estávamos negociando com uma 'major' em Nova Iorque foi: 'queremos ser a maior banda do mundo'".
 
Detalhes desta época pré-Nevermind também podem ser encontrados na biografia "Mais Pesado Que O Céu", de Charles R. Cross, onde o autor retrata os períodos conturbados durante as gravações de "Bleach" e "Nevermind". (Blitz)

Most Recent