Rock In Rio Lisboa: Kaiser Chiefs incendeia festival [fotos + vídeo]

Rock In Rio Lisboa: Kaiser Chiefs incendeia festival [fotos + vídeo]
3dc73a15.jpgNo derradeiro dia do Rock In Rio Lisboa, o Kaiser Chiefs rubricou um dos mais efervescentes concertos do festival. A banda que alcançou notoriedade com o álbum de estréia “Employement”, em pleno “revival” pós-punk/new wave, nunca foi propriamente tímida, mas agora comporta-se como uma verdadeira banda de estádio. Banda de estádio, diga-se, no sentido de tocar e convencer as massas, e também porque se socorre de cânticos, incentivos e coros em tudo remanescentes dos jogos de futebol. A certa altura do concerto do Kaiser Chiefs, parecia mesmo que estávamos em estágio para a EuroCopa 2008. O repertório, cheio de êxitos redondinhos, teclados estridentes e refrões pegajosos, ajuda à festa, mas o principal “culpado” do motim que se instalou no Parque da Bela Vista é, sem dúvida, Ricky Wilson.e27a3e95.jpgO outrora rechonchudo vocalista parece ter perdido os quilos que Alanis Morisette encontrou, e entrou no palco cheio de fôlego e confiança, apelando desde logo, de forma eufórica, à rendição. A estratégia passou por colocar meio mundo a gritar e bater palmas, e também por se misturar no meio da platéia nos primeiros minutos do concerto (ao som de “Everything Is Average Nowadays”). De óculos de sol escondendo suas faces bem rosadas pelo sol português, Ricky Wilson levou a primeira parte do concerto ao delírio e arrancou de muita gente que nunca tinha ouvido falar do Kaiser Chiefs o inevitável comentário: “banda louca!”. “Everyday I Love You Less and Less”, “Ruby” ou “I Predict A Riot” foram algumas das faixas mais celebrados, mas em nenhum ponto a platéia do Rock In Rio deixou Ricky Wilson - que deve ter sido uma criança irrequieta, sempre tentando impressionar os pais com novos truques e habilidades – “brincando” sozinho. A platéia ficou pasma quando Ricky Wilson deu um valente “sprint” pelo corredor central, que divide a platéia em duas gigantescas metades, para subir na torre de som e gritar “We are the Kaiser Chiefs!”. No regresso ao palco, a estafa era de tal ordem que o inglês se prostou no chão, enquanto repetia as “apresentações”. Houve ainda tempo para uma faixa que sairá no terceiro álbum do Kaiser Chiefs e para “Angry Mob”, um dos temas mais atípicos da banda, do seu segundo álbum. Mas mais facilmente o público irá reter a imagem de Ricky Wilson de pandeiro na cabeça, à laia de coroa, com um papel dizendo “Lisbon” nas costas ou livrando-se do tripé do microfone na última música. Um vocalista para todo o serviço. (Texto: Lia Pereira (Blitz)/Fotos: Rita Carmo) Setlist: Everything Is Average Nowadays Everyday I Love You Less and Less Heat Dies Down Born To Be A Dancer Ruby You Want History Na Na Na Na Naa Modern Way Thank You Very Much I Predict A Riot The Angry Mob Take My Temperature Oh My GodKaiser Chiefs - Ruby[youtube subrQHxICIM]