Last.fm lança serviço de pagamento para artistas independentes

Last.fm lança serviço de pagamento para artistas independentes

Londres, 23 de janeiro de 2008 - Last.fm, a rede social de música, anunciou o lançamento de um serviço revolucionário que permite que músicos independentes sejam remunerados a cada vez que um usuário ouve suas músicas no site. O programa de Direitos Autorais do Artista (Artist Royalty Program) permite que qualquer artista não comprometido com uma gravadora ou agência de recolhimento de direitos carregue suas músicas na Last.fm e seja remunerado, diretamente da Last.fm, sempre que uma de suas faixas for executada. Martin Stiksel, co-fundador da Last.fm, declarou: “Nos últimos anos, temos tentado redesenhar o modelo econômico da música, permitindo que artistas e gravadoras sejam remunerados de acordo com as músicas que as pessoas ouvem, em vez de pelo que elas compram. Agora, oferecemos essa vantagem também aos compositores e autores de músicas independentes. Pela primeira vez, qualquer pessoa pode carregar suas faixas e ser pago a cada execução destas. Trata-se de um modelo totalmente diferente dos existentes, criado para beneficiar ouvintes, artistas e gravadoras.” O programa de Direitos Autorais do Artista (Artist Royalty Program) é parte de um anúncio maior da Last.fm, que está lançando hoje a maior plataforma de música sob demanda gratuita da Web. Inicialmente em vigor apenas nos Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha, o novo serviço oferece acesso sob demanda, gratuito e patrocinado por anúncios a um catálogo de músicas criado em parceria com as quatro maiores gravadoras do mercado – Universal Music Group, Sony/BMG, Warner e EMI – bem como com 150.000 gravadoras, agregadores e artistas independentes, como a IODA, Naxos e The Orchard. A Last.fm planeja lançar globalmente o serviço sob demanda gratuito nos próximos meses.

Tags