Pular para o conteúdo principal
Sea Power

British Sea Power foi formada em 2000, em Brighton, Inglaterra, pelos irmãos Yan (vocais, guitarra) e Hamilton (baixo),  Noble (guitarra) e Wood (bateria). A música da banda rendeu comparações com Joy Division, Echo And the Bunnymen e David Bowie. O jornalista Steve Lamacq chegou a rotular o grupo como o novo Smiths.

Em Janeiro de 2003, a banda abriu os shows do Flaming Lips. O entusiasmo em relação ao British Sea Power não foi tão demasiado. Depois de alguns singles, o grupo lançou em 2003 seu álbum de estreia, intitulado The Decline of British Sea Power, pela gravadora Rough Trade. The Decline of British Sea Power é composto de boas músicas ("Something Wicked", "Apologies to Insect Life", "Carrion", "Remember Me",..) que justificam as críticas positivas que a banda recebeu.

O álbum Open Season saiu em 2005. Na sequência foi lançado Do You Like Rock Music? (2008). Em 2009, o British Sea Power lançou Man of Aran, trilha sonora do filme homônimo do diretor Robert Flaherty.

A banda lançou o álbum Valhalla Dancehall em 2011. Na sequência, em 2013, saiu Machineries of Joy. Ainda em 2013, o grupo lançou From the Sea to the Land Beyond, que se trata da trilha sonora de um documentário da diretora Penny Woolcock. Sea of Brass, álbum lançado em 2015, reúne versões de músicas dos álbuns Machineries Of Joy, Valhalla Dancehall e Do You Like Rock Music gravadas com a Foden´s Band, uma conceituada orquestra britânica de metais.

O grupo lançou em 2017 o álbum Let the Dancers Inherit the Party. Em 2021,  a banda anunciou a mudança do nome de British Sea Power para simplesmente Sea Power devido à onda "nacionalismo isolacionista e antagônico" com o qual seus integrantes não queriam ser associados. No ano seguinte, Sea Power lançou Everything Was Forever.

Músicas em Destaque

Álbuns em Destaque

Sea Of Brass
2015
Álbum
Machineries of Joy
2013
Valhalla Dancehall
2011
Zeus [EP]
2010
Man of Aran
2009
Álbum
Open Season
2005
Álbum