Pular para o conteúdo principal

Billy Corgan, líder do Smashing Pumpkins, admitiu que nunca voltará a reunir os membros originais da banda: "Isso é uma daquelas coisas que nunca vai acontecer", disse o músico em entrevista à Rolling Stone. Corgan explicou que ainda está zangado com os ex-colegas.

"As coisas que aconteceram entre nós entretanto não foram boas. Processos judiciais e muitas coisas estúpidas. Só piorou tudo. Se estava mau antes, está muito pior agora", disse Corgan.
 
Admitindo que nunca abrirá de novo portas a uma relação com James Iha ou D'arcy Wretzky, o músico disse que ainda assim o baterista Jimmy Chamberlin é o único com quem se vê trabalhando no futuro. "Não há grandes problemas entre mim e o Jimmy, nada que nos impeça de nos juntarmos em palco novamente".
 
Lembre-se que o Smashing Pumpkins se separou em 2000, depois de lançarem "Machina II: The Friends & Enemies of Modern Music" (nesse momento, a baixista D'arcy já tinha sido substituída por Melissa Auf Der Maur, ex-Hole). Corgan ressuscitou os Pumpkins em 2007 com uma formação diferente - Chamberlin esteve envolvido neste retorno mas acabou por abandonar o projeto. (Blitz)

Faixas Relacionadas

Postagens Relacionadas

Mais recentes