Pular para o conteúdo principal

Kim Gordon, ex-Sonic Youth, dedicou algumas palavras, pouco simpáticas, a Lana Del Rey na sua autobiografia, "Girl in a Band", que será lançada em breve. Além de dizer que a cantora de "Video Games" "nem sabe o que é feminismo", Gordon a condena por "glamurizar" artistas jovens que se deixaram levar pelas drogas. 

Segundo o NME, as palavras utilizadas pela ex-mulher de Thurston Moore são as seguintes: "hoje temos uma pessoa como a Lana Del Rey, que nem sabe o que é o feminismo, que acredita que as mulheres podem fazer o que quiserem, o que, no seu mundo, inclina para o lado da autodestruição, quer seja a dormir com velhos nojentos ou ser violentada por motociclistas". 

E continua: "salários iguais e direitos iguais seria bom. Naturalmente, é apenas uma personagem. Se ela realmente acredita que é bonito quando jovens músicos se deixam levar por drogas e depressão, por qual razão não se mata?".

(vi@Blitz)

Faixas Relacionadas

Postagens Relacionadas

Morre Wayne Kramer, cofundador do MC5
Morre Wayne Kramer, cofundador do MC5
Mais recentes