Festival Indie Rock - The Magic Numbers, Hurtmold e Moptop

Moptop

No final de julho aconteceu em São Paulo a primeira edição do Festival Indie Rock, que fazendo jus ao nome trouxe pela primeira vez ao país os ingleses do The Magic Numbers e The Rakes. Entre as bandas nacionais estavam Moptop, Hurtmold, Nação Zumbi e Móveis Coloniais de Acaju, representando Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Brasília respectivamente.

A primeira noite do festival começou com os cariocas do Moptop, não há como negar a sonoridade claramente influenciada pelos americanos dos Strokes e dos conterrâneos Los Hermanos, a empolgação do público fica concentrada apenas nos fãs da banda que cantam os versos de canções como "Eu Sei", "Sempre Igual" e "O Rock Acabou". Eu poderia dizer que eles fizeram um show correto, mas sinceramente foi chato, a banda não tem naturalidade no palco, dá a impressão que eles ficam na frente do espelho ensaiando, mas tem quem goste, sorte deles!

Espero que o Moptop tenha assistido ao show do Hurtmold, não é bairrismo, mas a banda é uma das melhores do país há anos, cada disco é uma obra de arte e cada show um quebra-cabeça sonoro. Enquanto Maurício Takara dita o ritmo na bateria, seus companheiros espalham estilhaços sonoros de seus instrumentos, não há espaço que não seja preenchido por sua música instrumental, chega a ser engraçado perceber que se para uns falta mais personalidade, para outros ela sobra.

Hurtmold
Hurtmold

A terceira e mais aguardada atração da noite foi o The Magic Numbers. Os ingleses possuem apenas dois álbuns, "The Magic Numbers" (05) e "Those The Brokes" (06), mas possuem músicas suficientes para uma apresentação perfeita.

magic_01.jpg
The Magic Numbers

Abrindo o show com o novo single "This Is A Song", a banda segue com "Take A Chance" e emenda em outros sucessos como "Forever Lost" e "Love's A Game", a esta altura da apresentação não há ninguém que não esteja encantado com a performance do grupo, que além de excelentes músicos são extremamente carismáticos.

O auge do show foi sem dúvida a versão da música "Baby" de Caetano Veloso, cantada em português, o que levou ao delírio a platéia na Via Funchal, isso sim foi um momento mágico! Logo após "Baby", outro sucesso, desta vez a bela "I See You, You See Me" emocionou os fãs dos ingleses.

A banda também aproveitou a passagem pelo país para tocar novas músicas, e no show de São Paulo eles apresentaram "Fear Of Sleep", do novo EP "Undecided" que foi dedicada aos músicos do Hurtmold, e a própria faixa "Undecided" também esteve presente no setlist.

The Magic Numbers
The Magic Numbers

O The Magic Numbers são "certinhos", mas nem tanto, eles gostam de brincar com versões inusitadas e para quem já ouviu a versão de "Take Me Out" do Franz Ferdinand ou mesmo "Crazy Love" de Beyoncé, esta última executada no show em São Paulo, sabe do que estou falando, referências ao Guns n'Roses e Kate Bush também não faltaram.

Outro momento "mágico" foi durante "Wheels Of Fire", com a bandeira brasileira no palco o Magic Numbers abriu seu bis de forma excepcional, na sequência "Morning 11" que abre o primeiro álbum e para encerrar "The Beard".

Não restou dúvida, com uma apresentação recheada de carisma, excelentes músicas, performances vocais perfeitas e público correto o Magic Numbers encantou o público brasileiro e deve ter ido embora com a mesma sensação de seus fãs. Que voltem logo!

Moptop
moptop_02.jpg


Hurtmold
Hurtmold


The Magic Numbers
The Magic Numbers

The Magic Numbers

The Magic Numbers

The Magic Numbers
 

qui, 26/07/2007